COMISSÃO DE ACIDENTE COM PÉRFURO CORTANTES

Essa comissão tem como objetivo reduzir os riscos de acidentes com materiais perfuro cortantes, com probabilidade de exposição a agentes biológicos, por meio da elaboração, implementação e atualização de plano de prevenção de riscos de acidentes com materiais perfuro cortantes. A comissão atua em conjunto com a CIPA (Comissão Interna de Previsão de Acidentes), a CCI (Comissão de Controle de Infecção) e o SESMT (Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho) da Instituição de forma a tornar compatível as condições de trabalho com a preservação da vida, a promoção da saúde do trabalhador e do meio ambiente.

COMISSÃO DE ANÁLISE E REVISÃO DE ÓBITOS HOSPITALARES (CAROH)

A Comissão de Análise e Revisão de Óbitos Hospitalares é um órgão de natureza consultiva, deliberativa, normativa, educativa e independente, diretamente vinculado ao Diretor Técnico, que tem por objetivo a avaliação de todos os óbitos ocorridos na unidade, devendo, quando necessário, analisar laudos de necropsias realizados no Serviço de Verificação de Óbitos ou no Instituto Médico Legal.

COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (CCIH)

A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar possui um programa organizacional para vigilância, prevenção e controle de infecção, integrado ao Programa de Segurança do Paciente, que é aplicado em todas as áreas de atendimento, apoio e assistência aos pacientes. Para atingir seus objetivos, o Programa de Controle de Infecção (PCI) é fundamentado na avaliação dos riscos de infecção específicos da organização, nos serviços prestados, na população atendida e na definição de metas para redução desses riscos, com avaliação periódica dos resultados. Dentro da cultura de segurança da organização, o PCI promove controle rigoroso tanto da ocorrência de infecções evitáveis, quanto do não cumprimento de práticas estabelecidas de prevenção e controle de infecções. A Comissão também tem como função: promover constantemente treinamento, capacitação e ações de orientação da equipe médico-hospitalar; monitorar o uso adequado de antimicrobianos, germicidas e qualquer outro produto químico; supervisionar as ações realizadas pelos membros executores; e divulgar para toda a instituição as normas, os resultados e as ações para controle e prevenção dos eventos infecciosos.

COMISSÃO DE ÉTICA E PESQUISA

Comissão instituída com o intuito de preservar, defender a integridade e seguridade dos direitos e deveres dos participantes de pesquisa e apoiar os pesquisadores quanto às normas da legislação pertinente junto a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) estabelecendo padrões de segurança e confiabilidade entre os envolvidos.

COMISSÃO DE FARMÁCIA E TERAPÊUTICA

A Comissão de Farmácia e Terapêutica é a instância multiprofissional, consultiva, deliberativa e educativa, com a finalidade de desenvolver e supervisionar todas as práticas de utilização de medicamentos na Instituição, com o objetivo de assegurar resultados clínicos satisfatórios e um risco potencial mínimo.

COMISSÃO DE SUPORTE NUTRICIONAL

Tem por objetivo promover a avaliação quanto ao risco nutricional e estabelecer a profilaxia da desnutrição nos pacientes internados, normatizar as indicações, uso e controle do suporte nutricional; divulgar os conhecimentos sobre suporte nutricional aos profissionais, maximizando os benefícios e minimizando as complicações.

COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES (CIPA)

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo a tornar compatível permanentemente o trabalho com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador.

COMISSÃO INTRA HOSPITALAR DE DOAÇÃO DE ORGÃOS E TRANSPLANTES DE TECIDOS (CIHDOTT)

A comissão é responsável pelas atividades de identificação, acompanhamento, abordagem dos familiares e notificação ao MG Transplantes sobre os potenciais doadores de órgãos e tecidos presentes nas dependências do hospital. É uma comissão formada por equipe multiprofissional que tem a finalidade de organizar, no âmbito da instituição, rotinas e protocolos que possibilitem o processo de doação de órgãos e tecidos para transplantes.

COMISSÃO DE ÉTICA MÉDICA

A Comissão de Ética Médica é um órgão de apoio aos trabalhos dos Conselhos Regionais de Medicina dentro das instituições de assistência à saúde, possuindo funções investigatórias, educativas e fiscalizadoras do desempenho ético da medicina. Cabe à Comissão de Ética Médica fiscalizar o exercício da atividade médica na instituição a qual se encontra vinculada, atentando para que as condições de trabalho do médico, bem como sua liberdade, iniciativa e qualidade do atendimento oferecido aos pacientes estejam de acordo com os preceitos éticos e legais que norteiam a profissão.

COMITÊ DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS

O comitê tem como finalidade organizar as regras de manipulação, gerenciamento, orientação, armazenamento, recolhimento, bem como de transporte dos resíduos gerados. Define ações que visem à implantação, implementação e manutenção do Programa de Gerenciamento de Resíduos de Serviços da Instituição.

COMITÊ DE GERENCIAMENTO DE RISCOS EM RADIOLOGIA DIAGNÓSTICA OU INTERVENCIONISTA

Tem por objetivo zelar pelo efetivo cumprimento das diretrizes básicas de proteção radiológica na forma preconizada pelas Portaria GM/MS n°. 453 e  Portaria n° Interministerial MEC/MS. 285, e também pela Resolução nº 330. Possui como principais atribuições revisar de forma sistemática o Plano de Proteção Radiológica para garantir que os equipamentos sejam utilizados e os procedimentos executados observando-se os regulamentos vigentes da proteção radiológica, além de recomendar as medidas para o uso seguro dos equipamentos emissores de radiação existentes na instituição. 

COMITÊ DE PROCESSAMENTO DE PRODUTOS PARA SAÚDE

Comissão de natureza consultiva, deliberativa, normativa e educativa que tem por objetivo instituir ações para promoção de boas práticas para o processamento de produtos para a saúde, objetivando a segurança do paciente e dos profissionais envolvidos.

COMITÊ TRANSFUSIONAL

É o órgão que cuida de melhorar as práticas hemoterápicas da instituição. Tem como objetivo o aumento da segurança transfusional, otimizando o uso dos hemocomponentes, e atender às exigências legais. Dessa forma, busca estreitar a relação do serviço de hemoterapia e os diversos serviços, criando um programa efetivo de revisão da utilização de hemocomponentes, promovendo educação e atualização continuadas em hemoterapia.

NÚCLEO DE SEGURANÇA DO PACIENTE

O Núcleo de segurança do paciente é uma instância do serviço de saúde criada para promover e apoiar a implementação de ações voltadas à segurança do paciente. Possui como diretrizes: a melhoria contínua dos processos de cuidado e do uso de tecnologias da saúde; a disseminação sistemática da cultura de segurança; a articulação e a integração dos processos de gestão de risco; A garantia das boas práticas de funcionamento do serviço de saúde. Tem como objetivo criar a cultura de segurança na instituição envolvendo os profissionais assistenciais e administrativos em um ambiente onde todos assumem responsabilidades por sua segurança, de seus colegas, pacientes e familiares.